Operação do MPRJ e Polícia Civil desmantela quadrilha que desviou mais de R$ 6 milhões da Prefeitura de Arraial do Cabo

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, por meio do Grupo de Atuação Especializada no Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), com o...
HomeGeralBaleia Jubarte encalhada nos costões rochosos da Praia de Caravelas em Búzios,...

Baleia Jubarte encalhada nos costões rochosos da Praia de Caravelas em Búzios, é rebocada para alto mar nesta quinta-feira

Nesta quinta-feira (20), uma baleia da espécie Jubarte apareceu morta na praia de Caravelas, em Búzios. O animal com cerca de 15 a 18 metros de extensão, e mais ou menos 40 toneladas, foi rebocado, e destinado a alto mar, pelas equipes de Guarda-vidas e da Secretaria do Ambiente e Urbanismo, A operação teve início, pela manhã, com o isolamento da área pela equipe da Defesa Civil do município

Devido estar preso em uma caverna/gruta, a operação foi delicada e arriscada, teve que esperar a maré alta para rebocá-la. As medidas cabíveis neste caso foi o isolamento da área, e a proibição temporária de pelo menos um dia de banho na praia.

De acordo com os protocolos técnicos nesses casos, a possibilidade mais utilizada é levar o animal para o alto mar, para que a carcaça venha ser empurrada pela maré, e tenha o destino natural. Neste procedimento mais de 90% das carcaças afundam seguindo seu curso natural, sendo o fundo do mar e entrando dentro da cadeia alimentar. Quando não há essa possibilidade, é feito uma cova à beira mar, o que não foi necessário neste caso.

O secretário da Pasta, Evanildo Nascimento, acompanhou todo o processo de desencalhe e reboque do mamífero para alto mar. A operação contou com a participação de cinco (05) técnicos da Secretaria do Ambiente e Urbanismo, seis (06) Guarda-vidas, além da coordenadoria da Defesa Civil.

A baleia Jubarte foi rebocada no final do dia por uma traineira, com apoio da Colônia de Pesca Z23 de Búzios.