Alerta de chuva extrema mobiliza defesas civis em várias regiões do Estado do Rio

0
351

O alerta de chuva extrema prevista para este fim de semana está mobilizando defesas civis de diferentes cidades do Rio de Janeiro. De acordo com o Climatempo, já há previsão de pancadas de chuva a partir da tarde desta quinta-feira (21), atingindo a Região Serrana, Sul do estado e Grande Rio.

A chuva forte pode vir acompanhada de rajadas de vento e raios. Mas o maior acumulado de chuva está previsto para ocorrer entre esta sexta-feira (22) e sábado (23), incluindo cidades da Região dos Lagos. Ao todo, entre quinta-feira e domingo (24), os acumulados podem ficar, em todo o estado, entre 150mm e 300mm. Mas em áreas como a Região Serrana e Baixada Fluminense, por exemplo, os acumulados podem variar de 300mm a 500mm.

De acordo com a meteorologia, o deslocamento lento da frente fria sobre o estado nesse período pode provocar acumulados extremamente elevados, superando o volume médio para todo o mês de março em apenas 24h ou em até 48h.

No domingo (24), a previsão é de afastamento da frente fria e diminuição da chuva, mas como ela continua, a situação pode se agravar. O momento é de atenção para os riscos de deslizamentos de encostas e alagamentos.

A Defesa Civil do Noroeste do Rio também alerta para chuva forte e previsão de ventos superiores a 100 km/h, entre meia-noite desta sexta-feira até as 10h de domingo.

Mobilização das defesas civis municipais

Petrópolis

Mobilização do poder público – Em Petrópolis, na Região Serrana, começou a funcionar, nesta quinta (21), o Centro Integrado de Comando e Controle, que reúne órgãos e entidades com o objetivo de agilizar a resposta em caso de emergência. O Centro vai funcionar pelos próximos cinco dias.

Entre os setores que fazem parte do Centro Integrado estão órgãos da Prefeitura, como a Defesa Civil, Assistência Social, Obras, Educação, CPTrans, entre outras secretarias; além do Corpo de Bombeiros (15º GBM), do Exército (32.º Batalhão de Infantaria Leve – Montanha) e das concessionárias Águas do Imperador e Enel.

Em Petrópolis, a Prefeitura ainda iria definir na tarde desta quinta sobre a suspensão ou não das aulas na rede municipal.

Na cidade, a previsão para esta quinta é de 36mm de chuva. Mas, na sexta, esse volume pode chegar a 85mm, número considerado bastante preocupante pela Defesa Civil. Ainda na quarta (20), foram registrados 43mm de chuva no distrito da Posse, quantidade suficiente para levar muita lama paras as ruas da comunidade Nossa Senhora de Fátima.

Comunicação com os moradores – Para receber alertas da Defesa Civil, o morador dever enviar o CEP de onde mora por meio de mensagem de texto para o número 40199. Outra opção é acompanhar o aplicativo Telegram, por meio do link: https://t.me/defesacivilpetropolis.

As condições do tempo também poderão ser acompanhadas por meio do site da Prefeitura, neste link: http://www.petropolis.rj.gov.br/boletim.

Em caso de acionamento das sirenes, é importante que os moradores se desloquem para os pontos de apoio.

“É importante que a população fique atenta e acompanhe os alertas da Defesa Civil. Pelo Instagram, pelo Telegram e por mensagens de SMS. A Defesa Civil segue monitorando as condições do tempo e emitirá alertas, informes ou atualizações a qualquer momento”, disse o secretário de Defesa Civil, Rafael Simão.

Nova Friburgo

Mobilização do poder público – Em Nova Friburgo, também na Serra do Rio, houve reunião estratégica na manhã desta quinta-feira (21) conduzida pelo prefeito Johnny Maycon. O objetivo do encontro, que contou com todo o secretariado, foi reforçar as orientações de enfrentamento e determinar as medidas de prevenção estabelecidas no Plano Municipal de Contingência de Proteção e Defesa Civil (Plancon).

“Toda equipe da Defesa Civil já está de prontidão 24h por dia e demais setores da Administração Pública estão mobilizados e prontos para atuarem”, divulgou a Prefeitura.

A Prefeitura disse ainda que, de forma preventiva, já está abastecendo os pontos de apoio com itens de higiene, limpeza, dormitório e alimentação. Todos os veículos de serviços e socorros também estão abastecidos para atuarem, se necessário.

De acordo com o Climatempo, para esta quinta, são esperados 36mm de chuva. Para sexta, 86mm; sábado, 81mm; e, para domingo, 17mm.

“Toda a estrutura está montada e apta para agir caso necessário, assim como todos os demais órgãos integrantes do Plancon. A orientação é que a população permaneça atenta aos informes oficiais da Defesa Civil”, disse o governo.

Outra medida da Prefeitura de Nova Friburgo foi a suspensão das aulas na rede municipal nesta sexta-feira (22).

Comunicação com os moradores – A população pode entrar em contato com a Defesa Civil pelo 199 e também cadastrar o CEP enviando mensagem de texto por SMS para o número 40199.

A cidade conta com 77 pontos de apoio espalhados por 50 locais. O g1, com base no plano de contingência da cidade, montou um guia com todas as informações sobre os pontos de apoio, abrigos e também as sirenes do município. 

Teresópolis

Mobilização do pode público – Em Teresópolis, a Prefeitura decidiu por suspender as aulas na rede municipal nesta sexta, como medida preventiva e foi criado um gabinete de crise, de forma preventiva. Durante a manhã desta quinta-feira, secretários se reuniram para alinhar ações e definir a logística de atendimento à população, em eventual caso de emergência.

A Prefeitura disse que Teresópolis segue em regime de alerta e que será publicado um decreto, em edição extra do Diário Oficial, com todas as medidas e ações a serem tomadas.

Na cidade, são esperados, segundo o Climatempo, 36mm de chuva nesta quinta, 86mm na sexta, 81mm no sábado e 19mm no domingo.

“As equipes de todas as secretariais municipais estão de prontidão para atender no que for relacionado ao seu campo de atuação. Todas mobilizam servidores, veículos e maquinário pesado para o pronto atendimento das ações demandadas pela Defesa Civil”, divulgou o município.

Comunicação com os moradores – A Defesa Civil divulgou comunicado pedindo que a população fique atenta aos alertas via SMS e ao toque das sirenes. Pede ainda que, em caso de emergências, os moradores liguem para o 199 e entre em contato também pelo WhatsApp pelo (21) 2742-7025.

A cidade conta com 50 pontos de apoio, 25 sirenes em 16 comunidades, 25 pluviômetros do Cemaden/Governo Federal e cinco réguas de rio do Instituto Estadual do Ambiente.

“Nosso pessoal está de sobreaviso para atuar, de forma integrada, com os órgãos e instituições envolvidos direta ou indiretamente na resposta a qualquer eventualidade, como previsto no Plano de Contingência. Orientamos a população a acompanhar os informes da Defesa Civil pelos canais oficiais e a seguir todas as orientações repassadas pelos auto-falantes das sirenes do Sistema de Alerta e Alarme e por SMS”, orienta o Prefeito Vinicius Claussen.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here