Polícia Civil de São Pedro da Aldeia prende homem foragido da justiça

Em uma ação coordenada, policiais da 125ª Delegacia de Polícia (125ª DP), da Agência de Inteligência da 25ª BPM (AIB/25ª BPM Ala D), da...
HomePolicialChefe de organização de tráfico internacional de drogas é preso na Barra...

Chefe de organização de tráfico internacional de drogas é preso na Barra da Tijuca, onde levava vida de luxo

Equipes da 74ª DP (Alcântara), de São Gonçalo, prenderam Gilmar José Casas Júnior, apontado como chefe de uma quadrilha que traficava drogas para a Espanha. Segundo as investigações, Russo ou Galego, como é conhecido, faz parte de um bando especializado em encontrar pessoas para fazerem o transporte internacional de droga. Contra ele, havia um mandado de prisão preventiva. Gilmar José foi encontrado, na manhã desta quarta-feira, na Barra da Tijuca, bairro na Zona Oeste do Rio de Janeiro, onde, segundo a polícia, levava uma vida de ostentação e luxo e vivia num hotel.

Gilmar José estava a caminho de uma academia no bairro quando foi encontrado por equipes da 74ª DP. Ele estava sendo monitorado pela polícia. Os agentes cumpriram o mandado expedido pela 7ª Vara da Justiça Federal do Rio de Janeiro pelo crime de tráfico internacional de drogas. Ele estava foragido há um ano.

De acordo com a polícia, a quadrilha é especializada em conseguir “mulas”, pessoas para transportarem drogas. Os envolvidos tinham como destino a cidade de Barcelona, na Espanha. Nas malas, são levados, principalmente, cocaína e haxixe. Os envolvidos no esquema chegavam ao continente pela cidade de Funchal, na Ilha da Madeira, em Portugal.

  • As investigações tiveram início em 23 de abril de 2022, quando policiais federais do Aeroporto Internacional do Rio, o Galeão, prenderam um casal com 5,2 quilos de cocaína escondidos no forro de uma bagagem despachada para a cidade portuguesa.

A partir deste caso, a polícia chegou ao grupo.

À época, Gilmar José atuava a partir da comunidade do Vidigal, na Zona Sul do Rio. Ele passou a morar na Barra da Tijuca quando foi emitido o mandado de prisão preventiva. No bairro na Zona Oeste da cidade, vivia em um hotel de luxo da região. Ele nasceu em Santa Catarina, no Sul do Brasil.

O preso será encaminhado à Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), onde ficará à disposição da Justiça.