Ex-Secretário de Cultura de Búzios, Romano Lorenzi fala sobre sua exoneração da pasta

0
471

Romano Lorenzi deixou a Secretaria de Cultura e Patrimônio Histórico de Búzios na última semana, com o retorno do prefeito Alexandre Martins, que estava afastado pela justiça.

O ex-secretário serviu à gestão de Alexandre Martins desde 2021 e permaneceu durante a posse do prefeito interino Rafael Aguiar. Sob sua liderança, a pasta cultural deixou um legado inquestionável na promoção da cultura em Búzios e no resgate da história e tradição dos povos caiçaras.

Com seu perfil de gestor e homem público que acolheu todos os envolvidos na cultura do balneário, Romano Lorenzi deixa a secretaria com um trabalho que precisa ser continuado com responsabilidade, sensibilidade e muito diálogo com toda a sociedade buziana, características marcantes de sua gestão.

Romano Lorenzi conversou com o jornalista Alexy Paris do Portal Cabo Frio em Foco e falou sobre sua exoneração da pasta:

“Como mencionado na carta de pedido de exoneração, foi um ciclo. Saio feliz, com o coração em paz e a consciência tranquila. Fiz o meu melhor, mas chega um momento na vida em que é preciso mudar a rota sem perder a essência. Aprendi que na política as pessoas vivem desconstruindo aqueles que pensam diferente. Eu não sou desse jogo, eu sou da democracia, da resistência e do respeito às diferenças. Estive secretário, eu sou Buziano Caiçara, fazedor de Cultura independente do cargo já ocupado ou dos cargos que irei ocupar em minha trajetória e militância Cultural. Agradeço à equipe ‘família Cultura’ e aos nossos fazedores de Cultura. Foram anos de aprendizados, de amor e de muitas realizações. Nós colocamos a Cultura buziana na pauta de discussão da cidade, esse legado é do povo de Armação dos Búzios, que fez da Secretaria de Cultura e Patrimônio Histórico a extensão de suas casas, galerias de Artes, bairros, projetos… Fizemos Cultura com todos e para todos.” Declarou Romano Lorenzi.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here