Justiça nega habeas corpus para homem acusado de matar argentina em Búzios

0
352

Por decisão unânime, a 8ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio negou o pedido de habeas corpus apresentado pela defesa de Carlos José França, acusado do homicídio da trapezista argentina Florencia Aranguren, ocorrido em dezembro de 2023 na cidade de Armação dos Búzios.

A defesa alegou constrangimento ilegal e contestou a rapidez do processo, porém os desembargadores entenderam que não havia fundamentos para a libertação do réu.

Florencia foi brutalmente assassinada a facadas em 6 de dezembro enquanto passeava com seu cachorro numa trilha que leva à Praia José Gonçalves. Imagens de câmeras de segurança registraram a vítima momentos antes do acusado, que a seguia de bicicleta.

Em 30 de janeiro, após a primeira audiência de instrução e julgamento, o juiz Danilo Marques Borges determinou que Carlos José França será levado a júri popular. Apesar do pedido de soltura da defesa na ocasião, o juiz considerou as evidências apresentadas pela acusação suficientes para manter o réu sob custódia.

O processo segue em andamento e ainda não há data definida para o julgamento pelo júri popular. Espera-se que ocorra ainda este ano.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here