Justiça torna réu sequestrador de ônibus da Rodoviária do Rio

0
256

A Justiça do Rio aceitou a denúncia do Ministério Público estadual e tornou réu Paulo Sérgio de Lima, de 29 anos, por duas tentativas de homicídio e por sequestro/cárcere privado.

No dia 12 de março, Paulo Sérgio manteve 16 passageiros reféns por 3 horas em um ônibus na Rodoviária do Rio e feriu dois passageiros.

O juiz Gustavo Gomes Kalil, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, considerou que Paulo Sérgio deve continuar preso. A decisão do magistrado aconteceu na quinta-feira (21).

“A prisão é, assim, necessária para garantir a vida e a oitiva segura das inúmeras vítimas em juízo, assegurando, assim, a instrução criminal. Lado outro, o réu não ostenta condições subjetivas favoráveis, pois é reincidente, tendo sido condenado, com trânsito em julgado em 2020 pelo grave crime de roubo (anotação 2 da FAC – fls. 154). Dessa forma, a prisão é necessária para assegurar a ordem pública, evitando a reiteração delitiva”, escreveu o magistrado.

De acordo com o juiz, o crime tem pouco tempo, o que segundo ele, é mais um ponto para manter a prisão de Paulo Sérgio:

“Além disso, o fato é muito recente, praticado, em tese, no dia 12 do presente mês. Mas não é só. Cerca de 14 (quatorze) passageiros teriam sido privados da liberdade por ele, mediante cárcere privado, tendo sido impedidos de deixar o ônibus”, disse.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here