Mãe é presa suspeita de matar recém-nascida estrangulada em Cordeiro na Região Serrana do Rio

0
545

A Polícia Civil prendeu, nesta quarta-feira (6), uma mulher suspeita de matar a própria filha estrangulada depois do parto. O caso aconteceu na última segunda-feira (4) em Cordeiro, na Região Serrana do Rio.

Segundo o delegado Drº Gilberto Soares, o caso foi registrado no primeiro momento como um aborto espontâneo, mas o laudo da necrópsia apontou que o bebê nasceu com vida e que morreu devido a insuficiência respiratória causada por obstrução das vias respiratórias.

As investigações da Polícia Civil apontam que a mulher, de 25 anos, teria escondido a gravidez da família e na segunda-feira (6) entrou em trabalho de parto dentro da própria casa. A suspeita pediu ajuda a tia, que mora ao lado, e quando a mulher chegou na casa encontrou a jovem com o bebê, ainda com o cordão umbilical, no chão.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e encaminhou a mãe e o bebê para o Hospital Municipal de Cordeiro, onde os médicos desconfiaram da situação, já que a recém-nascida apresentava afundamento de crânio e marcas no pescoço.

De acordo com o delegado, a mulher disse que realizou o parto puxando o bebê pelo pescoço, o que poderia ter causado as marcas na vítima.

A prisão preventiva foi aceita e o Ministério Público ofereceu a denúncia por homicídio na forma da Lei Henry Borel, em que o crime de homicídio contra menores de 14 anos é considerado hediondo, sendo inafiançável.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here