Operações flagram desvio de água suficiente para atender 13 mil pessoas na Região dos Lagos 

0
296

Desde o último mês de dezembro, as operações do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), com apoio da Prolagos, para combater o abastecimento clandestino de caminhões-pipa resultaram no fechamento de centrais que desviavam, em média, 44 milhões de litros de água, por mês, da rede da Prolagos. A quantidade é suficiente para abastecer mais de 13 mil pessoas, o que equivale a aproximadamente metade da população do município de Iguaba Grande, ou ainda encheria mais de 17 piscinas olímpicas.

A partir de denúncias anônimas, as ações ocorreram em vários bairros, como Rasa, Capão e Cem Braças, em Armação dos Búzios; no Jardim Esperança, em Cabo Frio; e em Maria Joaquina, no limite entre os dois municípios. Ao todo, foram desfeitas 27 ligações irregulares à rede; e apreendidos seis caminhões-pipa e 33 bombas hidráulicas. Além disso, 12 cisternas, com capacidade entre 50 mil e 300 mil litros, foram lacradas.  

Além de ilegal, a prática despressuriza a rede, impactando o abastecimento, principalmente, em locais mais elevados e distantes. A situação torna-se mais crítica em períodos como atual, de elevada temperatura e alto consumo, devido ao expressivo contingente populacional, que chegou ao ápice, na virada do ano, com a presença de 1,6 milhão de pessoas, entre moradores e visitantes. No momento, mais de 850 mil pessoas permanecem na região, o que equivale ao dobro da população que normalmente é atendida ao longo do ano.  

“É preciso que a população denuncie essa prática, que também pode atentar contra a saúde pública, já que na manipulação e armazenamento da água desviada da rede, pode haver contaminação. Caso seja necessário, disponibilizamos o abastecimento de forma alternativa, por meio de caminhões-pipa legalizados, dentro dos padrões de qualidade ideais para o consumo”, explicou o diretor-executivo da concessionária, José Carlos Almeida. 

Denúncias de crimes ambientais em todo o estado do Rio de Janeiro podem ser feitas ao Linha Verde por meio dos telefones 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local), 2253-1177 (capital), no aplicativo para celular “Disque Denúncia Rio”, pelo qual usuários com sistema operacional Android ou iOS podem denunciar anexando fotos e vídeos, com a garantia de anonimato. 

Operação em Búzios interdita cinco locais  

Nesta semana, o Inea realizou uma grande operação em Armação dos Búzios, com o apoio da Prolagos e da Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), para o fechamento de cinco locais onde era feito o abastecimento irregular de caminhões-pipa.  

A fiscalização esteve em locais da Rasa, Maria Joaquina e Cem Braças, onde foram desfeitas oito ligações clandestinas à rede. No total, foram apreendidos dois caminhões e 20 bombas hidráulicas.  Foram flagradas e interditadas cinco cisternas: duas de aproximadamente 200 mil litros cada; uma de 100 mil litros e duas de 50 mil litros. Três pessoas autuadas pela exploração de recursos hídricos sem outorga. Somados, os pontos clandestinos representavam uma perda média mensal de 20,6 milhões de litros. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here