Polícia Civil prende agiota que cobrava 30% de juros e usava ameças e violência contra as vítimas

0
414

Agentes da Polícia Civil prenderam em flagrante na última segunda-feira (11), um agiota que cobrava juros extorsivos de 30% ao mês e usava ameaças e violência para intimidar as vítimas durante as cobranças, na Fazendinha em Araruama.

O criminoso é acusado de se apropriar de um veículo e de bens pessoais de uma das vítimas que não estava conseguindo quitar os compromissos.

Segundo as investigações, o grupo fazia empréstimos mediante cobrança de juros de 30% ao mês e mais 3% por dia de atraso e ameaçava violentamente as vítimas caso estas não pagassem a dívida. Algumas vítimas continuavam sendo cobradas mesmo após quitar o débito.

Os agentes da Polícia Civil  fizeram diligências nos municípios de Iguaba Grande e no Rio de Janeiro para cumprir as ordens judiciais. Foram realizados ainda bloqueios de contas utilizadas pelo grupo criminoso para receber os valores cobrados das vítimas.

Contra o acusado, foi cumprido um mandado de prisão temporária pelos crimes de agiotagem e extorsão. As investigações prosseguem com o objetivo de localizar e prender o outro indivíduo já identificado, bem como reunir novos elementos que contribuirão com as investigações.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here