Operação do MPRJ e Polícia Civil desmantela quadrilha que desviou mais de R$ 6 milhões da Prefeitura de Arraial do Cabo

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, por meio do Grupo de Atuação Especializada no Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), com o...
HomeGeralFunkeiro MC PQD é preso no Rio de Janeiro por associação para...

Funkeiro MC PQD é preso no Rio de Janeiro por associação para o tráfico

Um uma ação conjunta, as polícias do Ceará e do Rio de Janeiro prenderam, na noite desta sexta-feira (20), José André Ferreira Costa Júnior, o MC PQD. O funkeiro tinha em aberto um mandado de prisão expedido pela Justiça cearense por associação para o tráfico. Segundo as autoridades do CE, PQD pertence ao Comando Vermelho (CV), a maior facção criminosa do RJ.

O cantor foi preso na Avenida Brasil, na altura da Penha, na Zona Norte do Rio de Janeiro. A TV Globo apurou que PQD tinha saído do Complexo da Penha para fazer um show quando foi interceptado.

A investigação foi conduzida pela Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Draco-CE), que contou com o apoio da Draco do Rio de Janeiro e da Polinter.

José André Ferreira Costa Júnior, o MC PQD — Foto: Reprodução

José André Ferreira Costa Júnior, o MC PQD — Foto: Reprodução

Apologia nas redes

MC PQD somava cerca de 650 mil seguidores nas redes sociais até este sábado (21). Um relatório da Draco cearense a que a TV Globo teve acesso afirma haver “conteúdo criminoso relevante” no que as páginas do funkeiro postam.

“MC PQD, também chamado de ‘malandrex’, ‘paizão’ e ‘relíkia’, posta fotos suas e de seus parceiros municiados com armas longas e com colete à prova de balas”, escreveu a Draco.

“Percebe-se, nos comentários de suas postagens, que sua imagem está frequentemente vinculada a símbolos associados ao CV, tais como bandeiras vermelhas, trem, o gesto formado com os dedos indicador e médio, o número ‘02’ e o termo ‘trem bala’, elementos simbólicos do Comando Vermelho, especialmente difundidos no Rio de Janeiro”, descreveu.

Algumas das músicas de PQD citam a “Tropa do Mantém”, um grupo armado, de acordo com a polícia cearense, “conhecido pelo enfrentamento às polícias e a rivais de outros grupos criminosos”.

“Não é segredo que o Comando tá dominando a cidade. Cada tiro com precisão. Bala tem direção, e o que tem pra verme também tem pra alemão. Pode avisar que a bala vai comer. A qualquer hora, qualquer lugar e qualquer missão”, canta em uma de suas músicas.

“No site SoundCloud, onde o cantor possui uma conta verificada, MC PQD publicou um “medley” em homenagem aos integrantes do CV no Ceará”, acrescentou a Draco daquele estado.

“O teor de suas publicações (repletas de ostentação financeira e bélica), além de estimular a prática de crimes, reforça a ideologia presente nas facções criminosas ao propagar o respeito e obediência às lideranças, enfrentamento aos grupos rivais, confronto com as polícias, atuação criminosa rotineira, punição aos delatores e guerra por conquista de território visando ampliar o lucro obtido do narcotráfico”, destacou.